Pelo menos três pessoas morreram e 19 ficaram feridas após um grande incêndio atingir um armazém abandonado em Badalona, na Espanha, informaram autoridades locais nesta quinta-feira (10). No imóvel moravam imigrantes dentro de uma ocupação irregular.

O incêndio teve início por volta das 21h na cidade da Catalunha, nos arredores de Barcelona. Entre 100 e 200 imigrantes viviam em condições precárias no prédio. Esse tipo de moradia é conhecido no país como “okupa”.

O conselheiro do Interior do governo catalão, Miquel Sàmper, disse em entrevista coletiva que ainda não há indicação do que possa ter iniciado o incêndio que levou a vida de 3 pessoas e que deixou até o momento 19 feridos – três em estado crítico, quatro graves e 12 leves.

O corpo de bombeiros ainda não descarta que haja mais vítimas dentro do armazém que corre risco de desabamento. O jornal “La Vanguardia”, com sede em Barcelona, informou que entre os mortos há um senegalês de 36 anos, cujo nome seria Keita, e um marroquino chamado Moises.

“Estamos trabalhando quase às cegas”, disse Sàmper. “Não contamos com a colaboração por parte das vítimas por conta da barreira da língua, e também não recebemos nenhum pedido de busca por familiares, conhecidos ou amigos que poderiam estar lá dentro.”

O prefeito de Badalona, Xavier García Albiol, disse que o armazém já era ocupado há mais de sete anos, mas, que nos últimos três, houve registros frequentes de conflitos entre vizinhos e denúncias de insegurança local.

“Nunca pudemos entrar no local antes”, explicou o prefeito. Isso porque, segundo as leis espanholas, para que uma ocupação seja investigada, é preciso de uma autorização judicial.

 

Fonte: G1.com
Foto: Joan Mateu/AP Photo