Sete russos morreram após ingerir desinfetante para as mãos, segundo informa o TMZ. Eles teriam bebido o líquido por terem ficado sem álcool em uma festa em Tomtor, no leste do país.

De acordo com o site, nove pessoas estavam em uma confraternização, mas em certo momento ficaram sem álcool.

Os mortos têm idade de 28 a 69 anos, e duas pessoas estão em unidades de terapia intensiva, em coma.

“Nove casos de envenenamento por desinfetante, incluindo sete que foram fatais. O envenenamento foi causado pela ingestão do desinfetante”, informaram autoridades russas, de acordo com o The Sun.

O caso motivou o governo russo a emitir alertas para que as pessoas não bebam desinfetantes e o caso será investigado. O produto ingerido tem 69% de metano na composição.

No começo da pandemia do coronavírus, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a sugerir que beber alvejante poderia proteger contra a doença, o que foi desmentido por órgãos de saúde norte-americanos e mundiais.

 

Fonte: UOL
Foto: Reprodução/TMZ