O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio confirmou, nesta segunda-feira, que o revezamento da tocha, tradicional evento em que a chama olímpica passa por diversos locais do país sede, será realizado a partir de 25 de março. O começo do trajeto será em Fukushima, local arrasado por um terremoto em 2011, e o lema será “Esperança ilumina nosso caminho”

– No rastro da pandemia da Covid-19, o fogo simbolizará a luz no fim do túnel escuro; uma luz de esperança para o mundo na preparação para os Jogos de Tóquio, que já serão um símbolo da resiliência, a unidade e a solidariedade da humanidade – disse o Comitê Organizador, em nota.

A tocha olímpico viajará pelas 47 províncias do Japão, passando também pelos principais pontos turísticos do país sede até chegar na capital para a pira ser acesa no dia 23 de julho. o Revezamento da Tocha Paralímpica será realizado de 12 a 24 de agosto.

Chama olímpica de Tóquio 2020 ficará em espécie de lampião em exibição em Fukushima — Foto: Clive Rose / Getty Images

Em nota oficial, a entidade que organiza as Olimpíadas de Tóquio deixou claro, porém, que pequenas mudanças podem acontecer dependendo do andamento da pandemia no Japão. A ideia é fazer um Revezamento mais simples, como parte do programa para a redução de gastos dos Jogos. Assim o comboio de veículos e o número de funcionários envolvidos devem ser menores que o previsto antes da pandemia.

A data das chegadas em cada uma das cidades é praticamente a mesma planejada para 2020, com a alteração de apenas um dia. Importante lembrar que as Olimpíadas seriam realizadas no dia 24 de julho de 2020 e foram remarcadas para 23 de julho de 2021.

Fonte: G1
Foto: Divulgação